sexta-feira, 19 de março de 2010

Naturismo/Praias de Nudismo

SAIBA O QUE É O NATURISMO E COMO ELE CHEGOU AO BRASIL

Muita gente pensa que basta tirar a roupa e andar pelado na praia para se tornar um naturista. Essa idéia está errada. De acordo com a Federação Brasileira de Naturismo (FBrN), o naturismo é uma filosofia de vida de integração e harmonia com a natureza, que incentivava a nudez sem preconceitos ou tabus.
Uma das principais atividades do naturista é o nudismo em grupo. De acordo com a FBrN, essa atitude encoraja o auto-respeito, o respeito pelos outros e pelo meio-ambiente. Portanto, todo naturista é nudista, mas nem todo nudista é naturista.
O movimento naturista chegou ao Brasil em 1949, trazido pela atriz Dora Vivacqua, mais conhecida como Luz Del Fuego. Ela publicou dois diários, Trágico Black-out e A Verdade Nu. "Um nudista é uma pessoa que acredita que a indumentária não precisa ser necessária à moralidade do corpo humano. Não concebe que o corpo humano tenha partes indecentes que precisem ser escondidas", escreveu a atriz em seu primeiro livro.
Em A Verdade Nu, a atriz lançou as bases de sua filosofia de vida: o naturismo. Com o dinheiro de seus espetáculos, ela comprou a Ilha do Fogo, no Rio de Janeiro. Lá criou o Clube Naturalista Brasileiro, primeiro reduto naturista da América Latina. As roupas deviam ser deixadas na entrada. Era proibido levar bebidas alcoólicas, falar palavrões ou praticar sexo na colônia. A diferença entre naturismo e libertinagem era muito clara. Luz Del Fuego foi um fenômeno na década de 50, provocando muita polêmica. Em julho de 1967, foi brutalmente assassinada por rapazes que tinha denunciado à polícia.
Com a instituição da Praia do Pinho, em Santa Catarina, como a primeira área naturista oficial do Brasil em 1983, a difusão do naturismo foi inevitável. Em 1988 foi criada a FBrN, que organiza, desenvolve e controla as atividades naturistas no País. Em 1996, foram aprovadas as Normas Éticas do Naturismo Brasileiro, que devem ser respeitadas e difundidas pelos frequentadores das praias oficiais e demais clubes naturistas que existem no Brasil.

CONHEÇA AS NORMAS ÉTICAS DO NATURISMO BRASILEIRO

A FBrN - Federação Brasileira de Naturismo, como meio de garantir um padrão ético de comportamento entre suas áreas filiadas, edita as seguintes normas, que existem desde 1996:
1 - Falta Grave
As condutas abaixo relacionadas podem ser motivos para expulsão de seus agentes dos quadros sociais e das áreas naturistas regidas pelas entidades filiadas á FBrN.
1.1 - Ter comportamento sexualmente ostensivo e/ou praticar atos de caráter sexual ou obscenos nas áreas públicas;
1.2 Praticar violência física como meio de agressão a outrem;
1.3 Utilizar meios fraudulentos para obter vantagens para si ou para terceiros;
1.4 Portar ou utilizar drogas tóxicas ilegais;
1.5 Causar dano à imagem pública do naturismo ou das áreas naturistas.
2 - Comportamento inadequado
As condutas abaixo relacionadas, com grau de intensidade e reincidência examinadas pelos Conselhos, constituem motivos para advertências, suspensão e expulsão dos seus agentes dos quadros sociais e das áreas regidas pelas entidades filiadas à FBrN.
2.1 - Concorrer para a discórdia por intermédio de propostas inconvenientes com conotação sexual;
2.2 - Fotografar, gravar ou filmar outros naturistas, sem a permissão dos mesmos;
2.3 - Utilizar aparelhos sonoros em volume que possa interferir na tranquilidade alheia, e/ou desrespeito aos horários de silêncio regulamentados;
2.4 - Causar constrangimento pela prática de atitudes inadequadas;
2.5 - Portar-se de forma desrespeitosa ou discriminatória permanente em relação a outros naturistas ou visitantes;
2.6 - Deixar lixo em locais inadequados;
2.7 - Provocar dano à flora e à fauna, ou à imagem do Naturismo;
2.8 - Satisfazer necessidades fisiológicas em áreas impróprias, ou exceder-se na ingestão de bebidas alcoólicas, causando constrangimento a outros naturistas;
2.9 - Utilizar assentos de uso comum sem a devida proteção higiênica;
2.10 - Apresentar-se vestido em locais e horários exclusivos de nudismo, sendo tolerado às mulheres o top less, durante o período menstrual.Essas normas são fixadas em locais públicos e visíveis, além de distribuídas e divulgadas entre naturistas e visitantes das áreas de prática naturista filiadas à FBrN.
Segundo a Federação Brasileira de Naturismo, já são mais de 250 mil adeptos do naturismo no país ­, mas calcula-se que mais de 1 milhão de brasileiros tirem a roupa à beira-mar, só no Brasil. Nas praias oficiais, todos têm que respeitar regras: homens desacompanhados, por exemplo, têm áreas reservadas ou simplesmente não podem entrar. Existem, entretanto, outras 30 praias não-oficiais.

DICAS PARA OS INICIANTES

  1. Um conselho para a primeira visita é dar preferência para algum clube. As praias são fantásticas, mas nos clubes você encontrará uma maior infra-estrutura para que possa descontrair e quebrar a vergonha inicial. Você também poderá conversar com o dirigente do clube que lhe dará dicas para aproveitar melhor o local. Antes de visitar o clube, ligue para lá e procure saber se está fazendo calor, pois vai ser extremamente frustrante se em sua primeira experiência você não puder tirar a roupa por causa do frio. Também se informe sobre algum evento que ocorrerá no dia em que você resolveu visitar o clube, pois provavelmente vai haver mais pessoas no clube neste dia.Na hora de deixar seu grande amigo exposto ao sol, tome cuidado! Ele pode ficar mais queimado que palito de fósforo. Para evitar o ardor desagradável, a receita é simples: filtro solar nele (de, no mínimo, fator 15). Protetores na forma de gel devem ser evitados ­ eles contêm álcool e irritam a pele do pênis. Prefira também os filtros hipoalergênicos e sem perfume. Não se esqueça do chinelo também.
  2. Também procure conhecer as regras locais. A maioria dos clubes não aceita homens desacompanhados, por exemplo. Além das normas do Código de Ética os clubes também possuem algumas normas próprias e é importante que você as conheça.
  3. Verifique se o local é realmente naturista, de preferência reconhecido pela Federação Naturista Brasileira. Informe-se se o local cumpre as regras do Código de Ética Naturista.
  4. Também não deixe de levar uma toalha ou uma canga. É imprescindível que você sempre forre o local onde vai sentar por questões de higiene.
  5. Lembre-se de que, assim que ingressar no mundo naturista tudo vai ficar realmente natural. Aproveite o ambiente de harmonia e confraternize-se com a natureza e com os novos amigos.

PRAIAS OFICIAIS DE NATURISMO


Praia Tambaba - PB

Tambaba é dividida em duas partes: uma para os naturistas e outra para o público em geral. A escada de acesso que divide as duas é constantemente ocupada por "fiscais" que fazem com que as regras sejam cumpridas, a principal diz que roupas são fundamentais de um lado e proibidas do outro. A melhor época para visitar a praia é entre outubro e maio: a temperatura é mais alta e a cor do mar, esplêndida.

Acesso: Pela Rodovia PB-08. De João Pessoa são aproximadamente 30 km de estrada asfaltada. Infra-estrutura: Há pequenas pousadas rústicas. Numa delas, dentro da área naturista, os hóspedes nus circulam numa boa.


Praia Massarandupió - BA

A apenas 93 quilômetros de Salvador, na famosa Costa dos Coqueiros, a praia naturista de Massarandupió não tem um acesso fácil, mas o visual promete compensar o esforço. São cerca de vinte minutos caminhando até a praia, a primeira naturista reconhecida oficialmente na Bahia.
Se não estiver interessado em tirar a roupa, nem vá. Por lá é proibido ficar vestido. Para os que querem se iniciar na prática há uma área de adaptação, onde as regras são passadas. Para as mulheres é possível ficar de topless e com a parte de baixo do biquíni. Outra regra impede a entrada de homens desacompanhados. O verão por lá é bem animado, com muitas festas e luaus. O réveillon em Massarandupió também é muito badalado.
Acesso: Pelo km 75 da Linha Verde, sentido Salvador­-Aracaju, mais 7 km de estrada de terra. Infra-estrutura: A praia é quase deserta, mas há um quiosque e um local para camping na área de nudismo.


Barra Seca é opção para os naturistas do Espírito Santo

A praia de Barra Seca é a única praia oficial de naturismo do Espírito Santo. Como quase toda praias brasileira reservada para este fim, é isolada e pouco frequentada.
Situada em uma ilha, ela possui mar bravo, pouco recomendado para natação ou surfe, e areia grossa.
Localização: município de Linhares, no Espírito Santo, a 142 km de Vitória. O acesso se dá pela BR 101 até Pontal do Ipiranga. De lá, pega-se uma balsa até o outro lado do rio.
Fiscalização: Área filiada à FBrN. O Código de Ética é fiscalizado pela NATES - Congregação Naturista do Estado do Espírito Santo.
Acesso: Pela BR-101 até Pontal do Ipiranga, onde se estaciona o carro com relativa segurança antes de atravessar o rio para Barra Seca.
Infra-estrutura: Pequena (só funciona no verão). Na Praia de Urussuquara, a 1 km de Barra Seca, há pousada e área para camping.

Olho de Boi é um refúgio para nudistas no estado do Rio de JaneiroApesar de pequena, a praia Olho de Boi, em Búzios, encanta os turistas pela beleza e é ideal para banhos.
Os turistas ficam protegidos por dois costões e têm a oportunidade de aproveitar um mar calmo e limpo, com muita privacidade.
Localização: fica no município de Búzios, no Rio de Janeiro. O acesso se dá a pé através da Praia Brava de Cabo Frio.
Onde ficar e comer: Não há infra-estrutura na própria praia, por causa de seu tamanho, mas o turista pode se hospedar em hotéis e pousadas das outras praias de Búzios.
Fiscalização: Filiada à FBrN. O Código de Ética é fiscalizado pelos frequentadores.
Acesso: A trilha para a Olho de Boi começa na ponta direita da Praia Brava. É 100% selvagem.

Praia do Pinho – Balneário Camboriú - SC


A Praia do Pinho fica localizada no município de Balneário Camboriú, a 80 quilômetros de Florianópolis. Considerada a primeira praia de naturismo do Brasil, a Praia do Pinho tem 500 metros de extensão. Cerca de um ano após o começo da prática de naturismo na região, em 1984, foi inaugurada uma pousada para acolher os naturistas. Existe área reserva para camping. Tanto na área da pousada quanto no camping a nudez é opcional, podendo ser utilizada qualquer peça de roupa.
Acesso: Pela BR-101, entre o Balneário Camboriú e Itapema, ou pela Praia de Laranjeiras.
Infra-estrutura: Total. Boas pousadas, restaurantes e área de estacionamento.


Praia da Galheta é um paraíso escondido em Santa Catarina
Após percorrer uma trilha de 300m a partir da Praia Mole, em Santa Catarina, é possível se deparar com a praia da Galheta, um paraíso praticamente deserto onde se pratica o naturismo. Transformada em Parque Municipal, as belezas naturais do local estão protegidas, oferecendo aos turistas paisagens deslumbrantes.
A praia tem água cristalina e é circundada por morros, formações rochosas, arbustos, orquídeas e bromélias. O mar, geralmente calmo, é ideal para o banho e esportes náuticos. É também frequentada por surfistas.
Localização: Fica na costa leste da Ilha de Santa Catarina (Florianópolis), entre a Praia Mole e a Barra da Lagoa. Para quem vai de ônibus, pegar a linha Barra da Lagoa, que sai do Terminal Cidade de Florianópolis e descer na Praia Mole. Quem vai de carro deve estacionar na Praia Mole e caminhar até o costão esquerdo, seguindo por uma trilha de 300 metros até a Galheta.
Acesso: Trilha a partir da Praia Mole, 16 km ao sul do Centro de Florianópolis.
Onde ficar e comer: Por ser um parque ecológico, a Praia da Galheta não tem hotéis, bares, restaurantes ou moradias. Contudo, fica próxima da Lagoa da Conceição e da Praia Mole, onde a hospedagem e a alimentação são bastante variadas.
Fiscalização: Filiada à FBrN. O Código de Ética é fiscalizado pela Associação Amigos da Galheta.
Infra-estrutura: Nenhuma.

Pedras Altas – Palhoça - SC


Localizada entre Florianópolis e Garopaba, a praia de Pedras Altas é, na verdade, duas praias de cerca de 100 metros cada uma. Uma é reservada para casais e famílias, a outra é point de solteiros.
É conhecida como área naturista pelos vereadores e pela prefeitura de Palhoça, município onde fica localizada, Pedras Altas é frequentada por naturistas de todos os cantos, mas especialmente do Sul do Brasil. Uma das opções de lazer para os habitués do lugar são caminhadas até riachos com piscinas naturais. Quem quiser ir para mais longe pode passear de barco até as ilhas da região.
De difícil acesso, cercada por formações rochosas, possui uma mar tranquilo e seguro.
A praia faz parte da Reserva Biológica da Serra do Tabuleiro. Sua flora é rica em bromélias, palmitos, figueiras e frutas silvestres.
Divide-se em 2 pequenas praias, cercada por vegetação. Um lado da praia é reservado para casais e famílias, o outro para solteiros.
A praia é pública, mas de acordo com a Legislação Federal não é permitida a entrada de pessoas com roupa no local. O Código de Ética é fiscalizado pelo Clube Naturista local.
As caminhadas levam a riachos com piscinas naturais e os passeios de barcos pelas ilhas próximas.
Como chegar: O acesso se dá pela BR 101, a 30 quilômetros de Florianópolis, em direção do sul do Estado. A entrada para a Enseada está localizada no Km 232 da BR 101. Posteriormente, toma-se uma estrada à beira mar, no sentido sul, até findar em Pedras Altas. A empresa de ônibus Paulotur possui linhas regulares, saindo do terminal rodoviário de Florianópolis em direção a Enseada de Brito.
Infra-estrutura: Os dois lados da praia oferecem bar e restaurante. No lado naturista há uma pousada bem simples, área de camping e estacionamento.
Onde comer: Restaurante e bar que servem frutos do mar cultivados no local.
Onde dormir - Há camping no local.


Praia do AbricóRJ

Além de ser point famoso, a Praia de Abricó, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro, é um lugar de resistência naturista. Ocupada por adeptos da prática desde os anos 1960, a praia foi local tranquilo por quase três décadas.
Nos anos 1990, os frequentadores começaram a ser abordados pela polícia. Foi ali que nasceu a vontade e a necessidade de oficializar a prática. A briga se arrastou até 2003 com vitória dos naturistas.
Localizada dentro da reserva biológica do Parque de Grumari, a Praia de Abricó é o reduto naturista mais próximo de um grande centro urbano. Transportes públicos deixam as pessoas a aproximadamente cinco quilômetros do lugar.

Praia da Figueira – RJ

Está localizada no município de Trindade-RJ. O acesso se dá pela BR 101 no sentido Rio/Santos no Km 268, a 30 km de Parati. A praia é pequena, mar calmo, vegetação abundante e pedras para deitar-se ao sol. Fica entre a Praia do Meio e a Piscina do Cachadaço.
Acesso: Pelo km 268 da Rio-­Santos, a 30 km de Parati, depois da Praia do Meio.
Infra-estrutura: Só se for uma barraca, um violão...

PRAIAS NÃO OFICIAIS

Praia Ilha da Croa – AL

Praia Taípe – BA

Praia de Pitinga – BA

Praia Trancoso – BA
Para chegar à área naturista é só caminhar vinte minutos para o sul, em direção à Caraíva, por trechos de areia fina e dourada.
Acesso: Trancoso fica a 25 km de Porto Seguro.
Infra-estrutura: Na Pedra Grande, nenhuma. Mas Trancoso é lotada de bares, restaurantes e pousadas de primeira.

Praia Pedra Grande – BA

Praia Barra Velha – BA

Praia Ilha da Coroa Vermelha – BA

Praia Quinta Praia - BA

Praia Belmonte - BA

Praia das Fontes - CE

Praia de Gravatá - PE

Praia Várzea do Una - PE

Praia do Porto - PE

Praia da Ilha Cocaia - PE

Praia Muro Alto - PE

Praia de Americano - PE

Praia Abaís - SE

Praia Madeiro ou Praia Golfinho – RN

Praia Princesa ou Praia do Farol – PA

Praia Brava – RJ

Praia de Jaconé – RJ

Praia Seca – RJ

Praia do Alto – SP
E boa viagem.

Um comentário:

Marciano disse...

quer dizer que se um homem fica exsitado, mas sem molestar e sem mexer e é uma falta? se for, estar muito errado, pois, é natural exsitasse quando olhamos para alguém.
Pretendo visitar, mas há muitas restrições.
E-mail: creoulo22@yahoo.com.br